Vazamentos continuam sem solução no bairro

Desgaste da tubulação gera desperdício de água

Bárbara Paro Giovani
Laura Botosso
Patrícia Konda

Os moradores das ruas 2, 3 e 4 do bairro Jardim Nicéia voltaram a enfrentar um problema antigo: os vazamentos de água. Essa situação vem interferindo o cotidiano dos moradores e, de acordo com o Departamento de Água e Esgoto (DAE), pode prejudicar o abastecimento de água na região.

Daniela Correa, dona da casa localizada em frente ao vazamento da rua 2, nos contou que a água começou a vazar há mais de 15 dias. “No mesmo dia eu liguei [para o DAE] e depois liguei de novo. Eles disseram que iam passar para o setor responsável, mas ninguém veio ver ainda”, relata. Durante a apuração desta matéria, o escoamento já havia chegado ao outro lado da calçada, perto da sorveteria de Maria Cristina e Valdir de Souza.

Poças demonstram o grande volume de água perdido. Foto: Patrícia Konda/VozdoNicéia

Poças demonstram o grande volume de água perdido.
Foto: Patrícia Konda/VozdoNicéia

Essa mesma situação ocorre nas ruas 3 e 4. Os moradores contam que já ligaram várias vezes para o DAE, mas não conseguiram que o órgão solucionasse o problema. Na Rua 4, o vazamento chama atenção pelo alcance. As águas chegam a formar poças e se dispersam rapidamente por toda a rua devido à falta de asfalto.

A casa de Paulo Gordiano fica em frente ao vazamento da Rua 4 e ele conta que essa é a terceira vez que essa situação ocorre. O morador acredita que a tubulação quebra com frequência devido à falta de calçamento na rua e a movimentação dos carros e caminhões. “Aí fragiliza o cano e quebra. Ás vezes fazem o serviço [de encanamento] mal feito, também”, explica.

Giovanna Tolo, assessora de imprensa do DAE, afirma que a grande quantidade de vazamentos se deve ao material da tubulação do bairro ser antiga, feita de ferro e cerâmica. Segundo ela, é por esse motivo que o material do cano está sendo trocado por PVC, que é mais resistente.

Há vazamentos nas ruas 2, 3 e 4. Esse da rua 2 existe há 15 dias. Foto: Bárbara Paro Giovani/VozdoNicéia

Há vazamentos nas ruas 2, 3 e 4. Esse da rua 2 existe há 15 dias.
Foto: Bárbara Paro Giovani/VozdoNicéia

Enquanto os canos não são arrumados, a água que vaza toma conta das ruas. Mauro Sérgio Ferreira, morador da Rua 3, alerta para os riscos de bactérias e insetos proliferarem na água parada e causarem doenças, como a dengue. Mauro também comenta sobre as exigências do DAE em relação a postura dos moradores e a economia de água. “O DAE tá exigindo bastante coisa da gente: multa se lavar calçada e se tá desperdiçando água. Eu acho que o exemplo tem que vir deles, não pode ter desperdício de água”.

De acordo com o DAE, os vazamentos de grande proporção podem prejudicar o abastecimento do bairro. O órgão afirma ainda que para combater o desperdício na cidade de Bauru, foram contratados 19 encanadores. No entanto, não foi especificado se algum dos novos funcionários irá trabalhar nos casos do Jardim Nicéia.

O DAE recomenda que os moradores comuniquem os problemas envolvendo água e esgoto ao Serviço de Atendimento Público, disponível 24 horas: 0800-7710195 para chamadas realizadas de telefones fixos, e 3235-6140 ou 3235-6179 para celular.

Um comentário sobre “Vazamentos continuam sem solução no bairro

  1. Pingback: Distância do ponto de ônibus dificulta a vida dos moradores - Repórter Unesp

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s