Rua 6 vive problemas com falta de iluminação

Postes prometidos pela Prefeitura e CPFL ainda não foram todos instalados

Amanda Moura
Giovana Romania
Gustavo Guimarães
Lucas Pinto Ferreira
Talita Bombarde

As pessoas que moram em uma parte da Rua 6 do Jardim Nicéia têm sofrido com a falta de luz dentro e fora de suas casas. Sem iluminação pública eficiente, metade da rua fica totalmente escura durante a noite e isso dificulta a vida dos moradores de várias maneiras. As crianças, por exemplo, não podem sair para brincar, e quem precisa andar durante a noite se sente inseguro.

Outra dificuldade destacada é o cumprimento parcial de uma promessa da Prefeitura, que disse que todas as casas da rua teriam postes instalados corretamente e energia elétrica de qualidade. O processo começou, mas só alcançou metade da rua e parte das casas não recebe energia.

Em uma mesma área da rua, é possível ver a diferença entre os postes de distribuição de energia dos dois lados. Foto: Amanda Moura/VozdoNicéia

Em uma mesma área da rua, é possível ver a diferença entre os postes de distribuição de energia dos dois lados.
Foto: Amanda Moura/VozdoNicéia

Camila Barros mora no início da Rua 6 e a energia elétrica de sua casa vem do poste da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), instalado há mais de um ano. Mas ela conta que a Prefeitura Municipal fez outras promessas e uma delas foi que a iluminação pública na rua seria colocada se os moradores fizessem um abaixo assinado. Ela diz que, a cada reclamação, um novo prazo de 15 dias é dado e, assim, já se foram meses. Para não ter a frente da casa no escuro, cada pessoa puxa um “bico de luz” de onde mora.

Há cerca de 15 dias, a iluminação pública começou a melhorar para metade da rua. Os postes que já tinham sido colocados de um dos lados do trecho receberam “braços” com lâmpadas novas, mas três queimaram em menos de uma semana e não foram substituídas.

Maria Madalena das Dores Pereira mora na segunda metade da mesma rua, onde os postes da CPFL não chegaram. “Por enquanto a CPFL não veio falar nada para nós. Nós reclamamos porque deram poste para lá e não deram aqui”, fala a moradora. Segundo ela, essa conversa já foi feita há mais de um ano, mas até agora nada foi resolvido.

Alguns postes estão com ligações incompletas ou fiação exposta de maneira perigosa.  Foto: Amanda Moura/VozdoNicéia

Alguns postes estão com ligações incompletas ou fiação exposta de maneira perigosa.
Foto: Amanda Moura/VozdoNicéia

Com essa situação, os moradores se sentem esquecidos. A falta de luz atrapalha a todos, principalmente crianças e idosos. Além disso, um buraco aberto na rua deixa ainda mais perigoso andar por lá na escuridão. O morador Francisco Demetrius Zaha também se mostra insatisfeito com a atitude das autoridades. “É uma palhaçada, o poste veio só até ali e, queira ou não queira, eles (Prefeitura) vão cobrar de volta, nada sai de graça”, desabafa Zaha.

Questionada sobre as alegações dos moradores, a CPFL diz, em nota à imprensa, que “a responsabilidade pela instalação, expansão e melhorias de rede de iluminação pública é das prefeituras municipais”. Assim, a CPFL explica que trabalha em parceria com as decisões das prefeituras. “Cabe ao Poder Público a definição dos critérios para atendimento aos pedidos de instalação de iluminação pública, bem como expansão do sistema”, explica a nota.

A Secretaria de Obras é o órgão municipal que faz os pedidos de colocação dos postes. No setor de obras, existe a Divisão de Iluminação e o diretor dela, Evandro da Silva Pinto, garante que o problema só não foi resolvido por causa da situação da rua. “Se a área não estiver regular, a CPFL não entra com os postes, a rua precisa estar aberta e o loteamento ser regular”, afirma ele. A Secretaria não soube informar o porquê de só metade das casas terem recebido iluminação.

Os pronunciamentos mantêm o impasse da situação e os moradores dessa região do Jardim Nicéia continuam em prejuízo. O setor responsável pelos registros de regularização é a Secretaria de Planejamento (Seplan) e o telefone é (14) 3235-1132. Já a CPFL tem um número gratuito para contato e reclamações indicado no quadro abaixo:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s