Por um Nicéia mais limpo

Falta de consciência ambiental e de fiscalização ainda são desafios

Terrenos baldios viram depósito de lixo irregular. Foto: Giovani Vieira

Adriana Salgado
Bárbara Figueiredo
Giovani Vieira

Se não bastassem os transtornos do canteiro das obras das galerias de água que se arrastam há meses, os moradores do Jardim Nicéia também convivem também com o entulho, mato e lixo irregular em terrenos baldios. Não é difícil encontrar em uma das seis ruas da comunidade um terreno ou um espaço vazio que virou um depósito de sofás velhos, pneus, material de construção e lixo doméstico; todos espalhados irregularmente. De acordo com a aposentada Aparecida Lopez, muitos de seus vizinhos ignoram as placas informando que é proibido jogar lixo em determinado local, instaladas pela Associação de Moradores. “Isso é falta de educação e respeito, porque muitos moradores do bairro passam por aqui e jogam um monte de coisa. Assim fica difícil de cuidar”, contesta a moradora.
O motorista Pedro Antônio Caetano mora em frente ao canteiro de obras central do bairro e diz que o problema existe há muito tempo. Para ele, falta conscientização dos moradores. “Não tem explicação para jogarem lixo nas ruas. Se a pessoa não tem lixeira em casa, ela pode colocar uma sacola no portão e o caminhão do lixo vai pegar. Também colocaram algumas lixeiras coletivas no bairro, mas o pessoal prefere jogar no chão a andar mais um pouco”, esbraveja. O mato alto dos terrenos baldios também incomoda a família da costureira Miriam da Silva. “Vem barata, aranha para dentro de casa. Tenho uma filha de quatro anos que já achou escorpião aqui em casa”, pontua. Segundo a moradora, o problema é mais grave na Rua 6, pois a situação do mato alto se junta ao de pouca iluminação.

Como proceder
A prefeitura diz disponibilizar serviços, como capinação e limpeza de áreas públicas, de graça. Gisele Cantador, agente de administração do Departamento de Ações e Recursos Ambientais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, explica que “os trabalhos incluem o roço com auxílio de tratores, podas do gramado, limpeza de guias e sarjetas, remoção de detritos da via pública, limpeza do passeio público, podas das árvores, jardinagem e remoção dos resíduos gerados na limpeza”.
Para solicitar tais serviços, o morador deveria ligar para o número 3235-1038 ou enviar a sua solicitação para o email dara@bauru.sp.gov.br. No entanto, nossa equipe tentou entrar em contato com a Prefeitura por meio desse telefone e não obteve resposta, apenas o email foi respondido.

Mais problemas
Dona Joana Miguel flagrou um de seus vizinhos realizando uma poda de árvore ilegal e jogando galhos em um terreno baldio. Quando tentou acionar a Delegacia do Meio Ambiente, avisaram-na que ela teria de ir até o local, na Vila Falcão, para entrar com um boletim de ocorrência. “Poxa vida, já estou ajudando o trabalho deles, porque, na verdade, eles que deveriam estar fiscalizando e não estavam”, desabafa Joana, indignada, “eu entrei com a denúncia, passei os dados de quem passou a poda e eles nem sequer vieram investigar”, completa.
Apesar da sujeira vista no bairro, também existem moradores que acreditam na mudança de comportamento da comunidade. A dona de casa Margarete Soares cuida da frente de sua casa com o máximo de cuidado. “Todos os dias eu pego os papéis, as garrafas plásticas. Eu penso que o cuidado com a nossa casa deve começar de fora para dentro”, conta a moradora.

 

Um comentário sobre “Por um Nicéia mais limpo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s