Falta de infraestrutura ameaça moradores

Jardim Nicéia sofre com criminosos que se aproveitam
dos 
problemas do bairro para praticar delitos

Adriana Salgado
Thais Perregil

Má iluminação, mato alto, excesso de lixo; são assim as ruas do bairro Jardim Niceia. Cenário perfeito para assaltos e emboscadas, os moradores convivem diariamente com o perigo. A falta de infraestrutura básica no bairro acaba contribuindo para a atuação de assaltantes e outros criminosos. O mato alto é um esconderijo perfeito e junto com a falta de iluminação difculta a percepção dos moradores. Casos de assaltos e furtos são frequentes nas redondezas do bairro. A estudante de jornalismo Samantha de Andrade nos conta sobre sua experiência: “Ano passado fui assaltada passando pelo atalho, na frente do bairro. A assaltante correu para o mato e em seguida rumo às casas. Até hoje não sei se era ou não moradora, mas a péssima infra-estrutura e o não cuidado com o mato em volta do Nicéia favorecem a prática de tais delitos”, analisa. Além desse tipo de ocorrência, outra que acontece é a tentativa de estupro. No último dia 25 de maio, por volta das 20 horas uma moradora do bairro passava pelo matagal na entrada do bairro,
onde se costuma jogar lixo e tem pouca iluminação. Foi quando um indivíduo a pegou pelo braço e não tentou assalto, mas jogou spray de pimenta para que ela não o identificasse. Ela conseguiu fugir e chamou a polícia, que demorou para chegar e não fez nenhuma busca, apenas pegou os dados da moradora. “Quando há indicação de drogas, a polícia chega rápido, porém quando é outra coisa a situação é tratada com mais descaso”, comentou a moradora. A vítima não conseguiu identifcar o infrator, mas os moradores acreditam que não seja alguém da comunidade. Acreditam que possa ser um fugitivo que está rondando a região. Agora a moradora está voltando do seu trabalho para a casa de moto táxi, por causa do medo, e isso tem gerado um gasto a mais em suas contas, para ela que é recepcionista e tem apenas 20 anos. A policia militar da região foi questionada sobre medidas de segurança para o bairro e sobre o número de ocorrências no último semestre na região, mas até o fechamento desta edição a instituição não se pronunciou.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s